Return

Found Tapes Porto
2004-2019
15 anos de memórias magnéticas

12
CASA DO INFANTE

© Dinis Santos

Ao longo de 15 anos foram recolhidos dezenas de pedaços de fita magnética de cassete, encontradas nas ruas e recantos da cidade (foundtaping). De comprimentos diferentes, estes pedaços de fita privados dos seus suportes perfazem agora uma centena de entradas, num total de 15 horas de audio que inclui músicas de diversos estilos e épocas, gravações caseiras, cursos de idiomas e dados de jogos.

Esta exposição é uma primeira manifestação deste projeto de arquivo e descobre o que armazenam essas fitas, essa data em movimento, pequenos pedaços de memória armazenada ao sabor do tempo, que revelarão uma história da música consumida na cidade.

O tratamento do arquivo Found Tapes, desenvolvido com o apoio do Criatório, permitiu que se restaurasse, catalogasse e estudasse este património audio magnético da cidade, ampliando-o a um grupo de investigadores internacional de diversas áreas, da etnomusicologia à sociologia, da arte sonora à psicogeografia.

O Gabinete do Tempo acolhe agora este trabalho de recuperação de certa memória audio magnética, e revela as relações sentimentais, técnicas ou culturais que desenham estas fitas na história e na geografia da cidade.