Return

Estação Sonoplasmática #14 A coruja, o Labirinto Escarlate & o Capitão Ginyu

A coruja, o Labirinto Escarlate & o Capitão Ginyu
 

As crianças entram num jardim de fotões e números aleatórios. O papão aparece como milagre em Fátima em forma de coruja, estranha máquina, o ‘Raboscanner’ para avançar 300 anos no futuro no mundo árabe, um estranho que quer regressar ao seu mundo. O professor tenta decifrar uma obscura linguagem como uma pequena bola perdida encontrada por 999 prisioneiros dentro de uma água vampira nos ardis da
ilusão. Um profeta agradece aos Deuses o regresso do grande vírus registado por uma impressora musical a andar de comboio mas ninguém acredita. Viver sem ti, meu robot pimba que dança com anões e se perdem num labirinto escarlate até apanharem o metro para a estação patafísica com o objectivo de mandar um telex. Duas senhoras se encontram para aprender a montar uma máquina de exercícios físicos
ao som de Capitão Ginyu que regurgita uma ópera de gemidos, resvalando para uma tocata portuguesa.
 

Alinhamento—
Montagem sonora
Arpanet – Quantum Transposition – Entangled Photons
The Boogeyman + milagre de Fátima
Conan Osiris – Coruja
Excerto anuncio Raboscanner
Guerra das Estrelas
Hussein Sherbini – Etneen Arba3a
Excerto Land of the lost + We own the night do compositor Wojciech Kilar
Excerto Os Amigos de Gaspar
Bourvil – Le petit bal perdu
Excerto dos Abismos da Meia Noite /António de Macedo
Eduardo Ramos – Quem vive nos ardis da ilusão
Excerto El Imperio de Ash
Cornelius – Toner!
Exceerto Sparky and the Talking Train
Mirza – Surinder Shinda & Sude
Poema de Hector Arnau + Lama
Los Pico Pico – Los Enanos si bailan
Discurso sintetizado TSI
Henry-Skoff Torgue – Le Labyrinthe Ecarlate
Captação de som – metro em Varziela.
O que é a patafísica
Telex – Voice
Cassete Erótica – Maurício & Companhia
Capitão Ginyu
João de Sousa Carvalho – Toccata in G minor