Sítio Invisível

PARQUE URBANO DA PASTELEIRA

Construído entre 2004 e 2009, foi projetado pela arquiteta paisagista Marisa Lavrador e divide-se em duas parcelas separadas pela Rua de Afonso Paiva, mas ligadas por três pontões.

Os pinheiros bravos [Pinus pinaster], o rododendro [Rhododendron ponticum] e os sobreiros [Quercus suber] representam a última grande parcela de vegetação natural, os Pinhais da Foz.

A situação do Parque da Pasteleira é favorecida por fáceis acessibilidades, dada a proximidade aos principais eixos rodoviários que ligam o centro às periferias da área metropolitana, tornando-se assim um parque com uma elevada importância para a população e para o enriquecimento dos espaços verdes da cidade.

Em 2009 foi criada uma ciclovia com cerca de 2 km ligando o Parque da Pasteleira ao Parque Ocidental da Cidade.

Endereço

Rua de Diogo Botelho
4150-124 Porto
Direções

Autocarro

200, 204, 207, 504