Voltar

Constelação Brahms #6 – Concerto de Orquestra

4
EXTENSÃO DO ROMANTISMO

Orquestra Filarmónica Portuguesa

A Orquestra Filarmónica Portuguesa, dirigida pelo seu Maestro Titular e Diretor Artístico, Osvaldo Ferreira, apresenta-se no Museu da Cidade | Extensão do Romantismo para um concerto inesquecível. Na primeira parte será escutado o “Concerto para Violoncelo e Orquestra de Sopros” de Friederich Gulda, um importante compositor austríaco do séc. XX. Escrito em 1980, este concerto tem cinco andamentos que incluem o jazz, um minueto, rock, um pouco de polca e uma cadência onde a solista, a jovem e talentosa violoncelista oriunda da Letónia, Margarita Balanas, vencedora, entre outros, do Latvian Grand Music Award (2022), deverá improvisar. Na segunda parte brilhará o esplendor da “1ª Sinfonia de Brahms” que o extraordinário compositor demorou cerca de duas décadas a escrever, prova de admiração e respeito que sentia pelo legado de Beethoven.

 

INTÉRPRETES
Orquestra Filarmónica Portuguesa
Osvaldo Ferreira (Direção)
Margarita Balanas (Violoncelo)

 

AUTOR E OBRA MUSICAL
FRIEDRICH GULDA (1930-2000)

 

Concerto para violoncelo e orquestra de sopros
I. OUVERTURE
II. IDYLLE
III. CADENZA
IV. MENUETT
V. FINAL ALLA MARCIA

 

Autor e obra musical
JOHANNES BRAHMS (1833-1897)

 

Sinfonia nº 1 em dó menor, Op.68
I. UN POCO SOSTENUTO — ALLEGRO
II. ANDANTE SOSTENUTO
III. UN POCO ALLEGRETTO E GRAZIOSO
IV. ADAGIO — PIÙ ANDANTE — ALLEGRO NON TROPPO, MA CON BRIO — PIÙ ALLEGRO

 

 

Orquestra Filarmónica Portuguesa (OFP) foi fundada em maio de 2016 por Osvaldo Ferreira e Augusto Trindade, sendo amplamente reconhecida pelo público e pela crítica como uma das melhores   orquestras   sinfónicas   nacionais. Produz concertos sinfónicos e ópera, promovendo ainda ligações a  outros  géneros  artísticos numa constante procura do desenvolvimento de eventos e espetáculos diferenciadores. Tem sido presença assídua nas principais salas de espetáculo e festivais portugueses. A OFP conta com  a  Direção Artística do maestro Osvaldo  Ferreira, um dos mais representativos chefes de orquestra nacionais da atualidade.

 

BILHETES

Entrada gratuita, até ao preenchimento da lotação do espaço.

 

Lotação total
40 lugares