Voltar

DIÁLOGOS ÍMPARES #5 — Liberdade para pintar

4
EXTENSÃO DO ROMANTISMO

Pormenor "Santo António" (1902), Aurélia de Souza © António Alves

Desde meados do século XIX que os pintores passaram a dispor de inúmeros recursos, graças aos avanços da química, da mineralogia, mas também através do arrojo dos fabricantes de materiais de Belas-Artes. Novas cores enriqueceram a paleta, disponibilizadas em tubos colapsáveis dentro de caixas transportáveis; as tintas ganharam maior pastosidade e brilho; os suportes pictóricos diversificaram-se o suficiente para trazer os artistas para o exterior dos estúdios; os equipamentos e acessórios asseguraram o seu conforto. Por fim, os pintores podiam dedicar-se plenamente ao ato criativo, descomprometidos dos laboriosos trabalhos preparatórios que esta arte impunha. E de tudo isto, Aurélia de Souza foi exímia a tirar partido.

 

Maria Aguiar doutorou-se em conservação e restauro de pintura, debruçando-se sobre a obra de Aurélia de Souza e os materiais artísticos de finais do século XIX, inícios do século XX (Universidade Católica Portuguesa – UCP). Estudou conservação e restauro na Northumbria University – UK (MA in Fine Arts – easel paintings), em De Montfort University – UK (MA in Historical Objects) e no Instituto Politécnico de Tomar (bacharelato). A partir de 2002 foi assistente da Coordenação na criação do Departamento de Arte, Conservação e Restauro da Escola das Artes (UCP), sendo Professora Auxiliar nos 3 ciclos de estudos. É membro integrado do Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR), com interesses na caraterização das técnicas e materiais de pintura de cavalete e mural dos séculos XIX e XX, tratamentos estruturais e conservação preventiva. Integrou os painéis de avaliação para a atribuição de bolsas de investigação para doutoramento em Museologia e História de Arte, da FCT. Foi co-coordenadora do projeto de investigação Materiais e Técnicas de Pintores do Norte de Portugal, no âmbito do QREN e do projeto europeu (ERASMUS), Traditional and Contemporary Lining Techniques, com a Universidade degli Studi di Urbino (Itália) e a École Supérieure des Arts de Saint-Luc, Liège (Bélgica).

Inscrições

A participação é gratuita e requer inscrição prévia através do formulário.
Limite de 40 participantes + info mdc.educativo@cm-porto.pt. ou (+351) 226057000.

 

ENDEREÇO

Rua de Entre-Quintas, 220 4050-240 PortoLocalização

AUTOCARRO

200, 201, 207, 208, 300, 301, 302, 303, 501, 507, 601, 602, 801

ESTACIONAMENTO

Palácio de Cristal