Voltar

JORNADAS EUROPEIAS DE ARQUEOLOGIA no MUSEU DA CIDADE

1
RESERVATÓRIO

© António Alves

Promovido pela Direção Geral do Património Cultural, este evento destina-se a sensibilizar a população para a importância da arqueologia. Durantes os dias 17, 18 e 19 de junho as diversas entidades ligadas à arqueologia realizam atividades gratuitas para todos os públicos, que evidenciem a relevância do nosso património arqueológico, dando a conhecer diferentes facetas do mesmo e os bastidores da disciplina.

 

PROGRAMA JEA NO MUSEU DA CIDADE DO PORTO

(dias 17 e 18 de junho)

 

MUSEU DA CIDADE– ARQUEOSSÍTIO

SEX, 17 JUN 10H | 11H | 12H

VISITA ORIENTADA: Um sítio arqueológico

(c. 40m cada)

 

Numa sucessão de camadas arqueológicas a que se associam vestígios materiais, o Arqueossítio da Rua D. Hugo é como uma janela com vista para o passado da cidade, uma visão complexa feita de múltiplos tempos que a Arqueologia ajuda a decifrar.

Perto da Sé, no Centro Histórico do Porto, Património Mundial, está conservada a mais longa sequência estratigráfica da ocupação humana no Porto, vestígios que testemunham a longa diacronia do aglomerado, com origens no I milénio a.C.

 

Orientadores: Susana Rafael e Isabel Osório

(arqueólogas do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural)

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: 12 participantes

Endereço: Rua D. Hugo, 5, 4050-305, Porto

GPS: 41.142961, -8.610667,

Autocarro: 202, 207, 303, 400, 500, 900, 901, 904, 905, 906, ZH 22, 9M, 11M, 8M, 201, Metro – S. Bento;

Estacionamento: Duque de Loulé, Praça das Cardosas.

 

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SEX 17 JUN, 10H

OFICINA: Quando o Porto era um castro

(c. 90m)

 

Através de uma BD, vamos explorar a Cultura Castreja do Noroeste Peninsular, em particular no Arqueossítio da R. D. Hugo, finalizando com atividades lúdicas.

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. Esta montagem de artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da Cidade, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientador: António Almeida

(arqueólogo do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural)

 

Faixa etária: Todos os públicos. Destinado a famílias com crianças a partir dos 6 anos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: 20 participantes

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588

Autocarro: 200, 204, 207, 504

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito.

 

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SEX 17 JUN, 11H | 11H30

VISITA ORIENTADA: Registos de campo e práticas em arqueologia

(c. 30m cada)

 

 

Visitas orientadas à primeira estação do Museu da Cidade com breves abordagens a algumas práticas de uma intervenção arqueológica.

O Reservatório reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da cidade do Porto, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientadores: Carla Stockler, Sérgio Gomes, Joana Ferreira

(arqueólogos do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural)

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: Limite de 15 participantes por grupo

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588,

Autocarro: 200, 204, 207, 504

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito

 

_ _ _

 

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SEX 17 JUN, 15H

OFICINA: Mãos no barro

(c. 2h)

 

Nesta oficina, vamos “pôr as mãos” no barro para fazer pequenos vasos. Vamos também “pôr os olhos” nas antigas cerâmicas em exposição no Reservatório para nos inspirarmos a criar a sua forma e decoração.

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. Reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da cidade do Porto, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientadores: Carla Stockler e Sérgio Gomes

(arqueólogos do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural)

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: 20 participantes

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588,

Autocarro: 200, 204, 207, 504;

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito

 

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SEX 17 JUN, 17H | 17H30

VISITA ORIENTADA: Registos de campo e práticas em arqueologia

(c. 30m cada)

 

Visitas orientadas à primeira estação do Museu da Cidade com breves abordagens a algumas práticas de uma intervenção arqueológica.

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. Reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da cidade do Porto, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientadores: Joana Alves Ferreira, Isabel Osório

(arqueólogos do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural)

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: Limite de 15 participantes por visita

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588

Autocarro: 200, 204, 207, 504

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito

 

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SÁB 18 JUN, 11H

OFICINA: Arqueólogo por um dia

(c. 90m)

 

Nesta oficina de Arqueologia desafiamos os participantes a experienciar, de uma forma lúdico-didática, o trabalho dos arqueólogos, através da simulação de uma escavação, limpeza e colagem de fragmentos cerâmicos.

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. Reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da cidade do Porto, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientadores: Graça Lacerda e Paula Espírito Santo

(arqueóloga e assistente de arqueologia do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural)

 

Faixa etária: Todos os públicos, especialmente famílias com crianças a partir dos 5 anos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: Limite de 12 participantes por grupo.

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588,

Autocarro: 200, 204, 207, 504;

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito.

 

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SÁB 18 JUN, 12H – 13H

VISITA ORIENTADA: 3 sítios arqueológicos em destaque  

(c. 30m cada)

 

No Reservatório expõem-se conjuntos materiais de intervenções arqueológicas realizadas em vários locais da cidade e que espelham diferentes estratégias na relação do homem com o território envolvente.

Sítios selecionados: Plataforma Litoral (Paleolítico), Areias Altas (Idade do Bronze), Arqueossítio da R. D. Hugo (Idade do Ferro – Romanização – Idade Média).

 

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. Reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da cidade do Porto, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientadores: Sérgio Gomes, Isabel Osório, Sara Luz

(arqueólogos do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural e arqueóloga liberal que investiga o sítio das Areias Altas)

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: Limite de 10 participantes por grupo (3 grupos)

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588,

Autocarro: 200, 204, 207, 504;

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito

 

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SÁB 18 JUN, 15H

OFICINA: Mãos no barro

(c. 2h)

 

Nesta oficina, vamos “pôr as mãos” no barro para fazer pequenos vasos. Vamos também “pôr os olhos” nas antigas cerâmicas em exposição no Reservatório para nos inspirarmos a criar a sua forma e decoração.

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. Reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da cidade do Porto, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientadores: Carla Stockler e Sérgio Gomes

(arqueólogos do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural)

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e requer inscrição prévia até ao final do dia 15 de junho através do formulário

Lotação: 20 participantes

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588,

Autocarro: 200, 204, 207, 504;

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito.

 

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SÁB 18 JUN, 21H30

CONVERSA: o carro de bois de Monchique

Com Teresa Soeiro

Moderação: Isabel Osório

(c. 60m)

 

Conversa com a investigadora Teresa Soeiro sobre o achado de um carro de bois em Monchique, peça em exibição no Reservatório, e sobre as diferentes representações e memórias que este achado arqueológico evoca, dando novos significados a um objeto descartado. Trata-se de um leito (incompleto) de um veículo de tração animal com eixo móvel, encontrado na intervenção arqueológica realizada próxima da antiga margem do Douro, junto ao Convento de Monchique.

 

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. A presente montagem reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da Cidade, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Teresa Soeiro é Licenciada em História na FLUP foi, desde 1981, assistente na mesma Faculdade até 1994, ano em que realizou a prova de doutoramento em Letras, na especialidade de Pré-história e Arqueologia, na qual foi aprovada por unanimidade com distinção e louvor. Professor Auxiliar desde 1994, concluiu depois a Pós-graduação em Museologia (FLUP) tendo passado, em 2002, a Professor Associado do Departamento de Ciências e Técnicas do Património. Atualmente é Investigadora integrada no CITCEM.

Participou e dirigiu inúmeras intervenções arqueológicas em diversas estações no Norte de Portugal e na Galiza, sendo autora de uma vasta obra dedicada à Arqueologia e à Etnografia, tendo também assinado trabalhos na área da museologia. Prestou assessoria técnica a diversos museus e centros interpretativos, como o Museu de Barcelos, o Museu de Penafiel – de que foi diretora científica – o Museu do Douro, bem como a programas expositivos no Centro Regional de Artes Tradicionais, Museu das Terras de Basto e mais recentemente no Museu da Cidade – Reservatório.

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: Entrada livre

Lotação: Limite de 30 participantes

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588

Autocarro: 200, 204, 207, 504

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito

_ _ _

 

MUSEU DA CIDADE – RESERVATÓRIO

SÁB 18 JUN, 21H – 23H30

VISITAS EXPLORATÓRIAS: Reservatório à noite – Mostra de materiais arqueológicos 

(c. 30m)

 

Pequenas visitas orientadas a alguns núcleos da exposição que contemplam a observação e o manuseamento de materiais e a exploração das suas principais características.

O Reservatório é a primeira estação do Museu da Cidade. Esta montagem reúne artefactos, vestígios e fragmentos encontrados em escavações ou recolhidos de edifícios e monumentos da Cidade, e que integram as coleções municipais. O espectro temporal abrangido por este conjunto de objetos vai da Época Contemporânea até ao Paleolítico, estendendo-se, assim, da História à Pré-história.

 

Orientadores: Sérgio Gomes, Carla Stokler, Isabel Osório, João Luís Veloso

(arqueólogos do Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural e bolseiro de doutoramento em Arqueologia)

 

Faixa etária: Todos os públicos

Inscrições: A participação na atividade é gratuita e não requer inscrição prévia

Lotação: 10 por grupo

Endereço: Parque da Pasteleira (entrada poente), Rua de Gomes Eanes de Azurara, 122, 4150-362, Porto

GPS: 41.151579, – 8.662588,

Autocarro: 200, 204, 207, 504;

Estacionamento: lugares de estacionamento gratuito