Sítio Invisível

Voltar

1820

12
CASA DO INFANTE

© Colectivo Espaço Invisível

A partir da leitura das proclamações e do registo de uma visita guiada realizada por José Manuel Lopes Cordeiro, autor da exposição, Nuno Preto e Samuel Martins Coelho desenvolvem uma paisagem sonora. Os dois intérpretes criam uma experiência sensorial que viaja pelo imaginário da revolução liberal em curso naquela época e estabelecem um diálogo entre aquele tempo e o tempo de hoje.